Página 1 de 1

Dúvidas sobre o futuro

MensagemEnviado: Sábado Maio 31, 2014 8:17 pm
por gloria
Olá caros quarkianos e professores,
Estamos quase no fim do Projeto Quark consequentemente do ano letivo e com isto surgiram me algumas dúvidas, principalmente para que cursos me candidatar. O Projeto despertou, ainda mais, o meu interesse por algumas áreas, como relatividade.., mas também aumentou o meu medo de outras, especialmente eletromagnetismo. Fiquei também com receio de ir para física ou engenharia física e ser, como costumam dizer, "demasiada areia para a minha carroça", ou seja, não conseguir acompanhar as aulas e não passar do medíocre como aluna e posteriormente como profissional.
Espero que os ex-quarkianos e os professores me possam ajudar:

Na universidade a matéria e dada como no quark?

Se tirar eng física, dependendo da área de mestrado posso trabalhar como físico teórico?

É normal não ter percebido quase nada de eletromagnetismo ou isso e um alerta que eng física não e o curso certo para mim?


Desde já, muito obrigada.

Glória de Sá Pereira,
Olímpica e quarkiana

Re: Dúvidas sobre o futuro

MensagemEnviado: Domingo Jun 01, 2014 11:58 am
por xpt0x
Eletromagnetismo é uma cadeira difícil pelo formalismo que envolve, não tanto pela "física". A única dificuldade é mesmo a matemática, e essa, apesar de não ser muito fácil, é dada de uma maneira muito mais lenta nos cursos do que no quark. Além disso, a maneira como as coisas nos foram dadas no quark não representa um referencial válido para decidir se determinada matéria é demasiado difícil, porque foram dadas 1500 páginas em 6 estágios de 2 dias... E, por outro lado, se fores para eng física, já tens quase toda a areia posta na carroça! :lol:

Digo isto não tendo experiência universitária, claro, falo do que me disseram, visto que ainda sou quarkiano também ! :)

Re: Dúvidas sobre o futuro

MensagemEnviado: Domingo Jun 01, 2014 6:31 pm
por gloria
Ahaha obrigada, já estou mais descansada!!


xpt0x Escreveu:Eletromagnetismo é uma cadeira difícil pelo formalismo que envolve, não tanto pela "física". A única dificuldade é mesmo a matemática, e essa, apesar de não ser muito fácil, é dada de uma maneira muito mais lenta nos cursos do que no quark. Além disso, a maneira como as coisas nos foram dadas no quark não representa um referencial válido para decidir se determinada matéria é demasiado difícil, porque foram dadas 1500 páginas em 6 estágios de 2 dias... E, por outro lado, se fores para eng física, já tens quase toda a areia posta na carroça! :lol:

Digo isto não tendo experiência universitária, claro, falo do que me disseram, visto que ainda sou quarkiano também ! :)

Re: Dúvidas sobre o futuro

MensagemEnviado: Terça Jun 03, 2014 12:00 pm
por RicardoCampos
Na universidade as coisas andam bem mais rapido que na escola, mas sem duvida mais devagar do que no Quark!.

O facto de nao teres percebido tudo o que se deu em electromagnetismo e' bastante normal. Quanto ao quase nada, se e' normal ou nao, depende onde e' que estas a meter a barreira do quase :P . Mas seja como for, isso certamente nao significa que engenharia fisica nao e' o curso certo pra ti. As coisas foram dadas a correr e em grande quantidade, as pessoas tem tendencia a aprender mais aquilo que gostaram mais ou que tiveram mais facilidade, porque e' dificil aprender tudo. Consequentemente e' normal que sintas que sabes muito pouco de um determinado topico. Agora, podes e' fazer uma reflexao e perguntar-te a ti propria se achas que nao percebeste electromagnetismo porque nao lhe dedicaste tempo suficiente ou se achas que nao atinas mesmo com aquilo.

Anyway, a experiencia que tenho e' que os quarkianos tem tendencia a ser muito bons nas cadeiras de matematica e de fisica dos primeiros anos da universidade, independentemente do curso.

Re: Dúvidas sobre o futuro

MensagemEnviado: Quinta Jun 05, 2014 11:58 pm
por jap
RicardoCampos Escreveu:Na universidade as coisas andam bem mais rapido que na escola, mas sem duvida mais devagar do que no Quark!.

(...)

Anyway, a experiencia que tenho e' que os quarkianos tem tendencia a ser muito bons nas cadeiras de matematica e de fisica dos primeiros anos da universidade, independentemente do curso.


Exactamente como diz o Ricardo! :D