Cancelamento da participação portuguesa na IPhO'07 - Irão

Assuntos relativos às Olimpíadas Internacionais de Física (IPhO e OIbF)

Mensagempor Andre França em Quarta Jul 04, 2007 12:04 am

RicardoCampos Escreveu:Até tenho medo de para o ano frequentar os estagios, se puder vir a sofrer uma desfeita destas...


É um ano em que acordas todos os dias a pensar: "já falta menos um dia". :?
IPhO 2006 - Singapura.
Avatar do utilizador
Andre França
down-Quark!
down-Quark!
 
Mensagens: 100
Registado: Domingo Nov 12, 2006 11:10 am
Localização: Lisboa (IST)

Mensagempor rui.b em Quarta Jul 04, 2007 12:30 am

RicardoCampos Escreveu:
Não concorda que, em todo o caso, a decisão final de ir ou não ao Irão deveria ser tomada por cada um dos alunos selecionados e seus pais?


Nao concordo propriamente com esta parte... A decisao tem de ser tomada pelos responsaveis (SPF e ministerio)


O que isto quer dizer é que a SPF não deve invocar razões deste tipo
para os portugueses não irem ao Irão, já que não
parece haver qq fundamento válido. É óbvio que são eles (SPF e ME) quem decide, mas
que, não havendo razões de fundo, Portugal deve enviar uma delegação
e cada aluno (e respectivos encarregados de educação) tem o direito de decidir
se quer ou não pisar o solo iraniano (se algum fosse contra os referidos "códigos"
poderia recusar-se a ir no seu pleno direito, mas essa razão não me parece válida
na boca do Presidente da SPF ou dos respoonsáveis do ME). De qq forma,
se forem dessa opinião, podemos alterar a carta. espero mais comentários.


Quanto ao que disseste sobre o próximo ano, vale sempre a pena...:D
rui.b
gluão
gluão
 
Mensagens: 9
Registado: Segunda Nov 13, 2006 2:49 pm

Mensagempor rui.b em Quarta Jul 04, 2007 12:35 am

já agora,
rui.b
gluão
gluão
 
Mensagens: 9
Registado: Segunda Nov 13, 2006 2:49 pm

Mensagempor jvstorres em Quarta Jul 04, 2007 12:43 am

Na minha opinião, o Presidente da SPF não pode ser uma força de bloqueio à participação de Portugal nas IPhO, pelo que a obrigação dele era manifestar as suas reservas aos encarregados de educação mas, em última análise, permitir que fossem eles a decidir.

Nesse sentido, concordo com o teor da Carta Aberta e penso que a questão que é levantada faz todo o sentido.
João Torres
(OIbF 2004 - Brasil)
Avatar do utilizador
jvstorres
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 83
Registado: Domingo Nov 12, 2006 2:41 am
Localização: Maia, Porto

Mensagempor vbmaster em Quarta Jul 04, 2007 1:00 am

" Augusto Barroso recusa fazê-lo e defende a decisão "prudente" que tomou: "imaginem que mandamos quatro jovens para o Irão e cai lá uma bomba? Se houver um problema desse género, depois o culpado é o presidente da SPF", concluíu o professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, em declarações citadas pela Agência LUSA"



Pois claro, e imaginem que eu tinha ido para Coimbra de expresso para uma sessão de preparação, e veio a claque dos SuperDragões espetar-se contra a carrinha? Ah, pois, depois a culpa é do presidente da SPF...

O melhor era mesmo deixar de se realizar olímpiadas da física em Portugal, não vá alguém torcer um dedo enquanto faz uma prova teórica.
Avatar do utilizador
vbmaster
up-Quark!
up-Quark!
 
Mensagens: 464
Registado: Quarta Nov 15, 2006 11:49 pm
Localização: Peniche

Mensagempor Joao Barros em Quarta Jul 04, 2007 8:15 pm

vbmaster Escreveu:(...)Pois claro, e imaginem que eu tinha ido para Coimbra de expresso para uma sessão de preparação, e veio a claque dos SuperDragões espetar-se contra a carrinha? Ah, pois, depois a culpa é do presidente da SPF(...)


Por muita indignação que gere, e por muito que se ache que haviam de haver razoes mais fortes para impedir a equipa portuguesa de ir ao Irão não podemos confundir a "Obra prima do Mestre" com a "Prima do Mestre de Obras".

Podemos ter medo de morrer de desidratação no deserto, mas não vamos ter medo de ser atropelados por um carro no meio do bosque....
João Barros
Fisica FCUP
Avatar do utilizador
Joao Barros
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 73
Registado: Domingo Nov 26, 2006 3:51 pm
Localização: Rio Tinto, Porto

Mensagempor jap em Quarta Jul 04, 2007 10:16 pm

Joao Barros Escreveu:(...)não podemos confundir a "Obra prima do Mestre" com a "Prima do Mestre de Obras".(...)

:lol:
José António Paixão
Departamento de Física da FCTUC
Avatar do utilizador
jap
Site Admin
Site Admin
 
Mensagens: 6805
Registado: Quinta Nov 09, 2006 9:34 pm
Localização: Univ. de Coimbra

Mensagempor jmgb em Quinta Jul 05, 2007 2:19 am

Podemos ter medo de morrer de desidratação no deserto, mas não vamos ter medo de ser atropelados por um carro no meio do bosque...

O problema é exactamente esse: criou-se uma tempestade num copo de água sem sequer ter sido consultado o boletim meteorológico... Ou talvez os serviços secretos portugueses detenham informações importantes sobre o assunto, que as maiores potências mundiais da actualidade desconhecem. No entanto, mesmo que tal situação se verificasse, guardar essas informações só para nós (deixando os estudantes de outras nacionalidades correr sério risco de vida no Irão) tratar-se-ia de um acto de perfeito egoísmo e falta de ética. Discordam? Não me parece... ;)


Abraço.



PS: É muito mais provável morrer num acidente de viação nas estradas portuguesas do que num atentado terrorista que aconteça durante uma visita oficial de uma delegação de estudantes estrangeiros ao Irão. Provas? Estatística...
João Gama
(IPhO 2006 - Singapura)
Avatar do utilizador
jmgb
down-Quark!
down-Quark!
 
Mensagens: 267
Registado: Sexta Nov 10, 2006 1:10 am
Localização: Lisboa (IST) Braga (Casa)

Mensagempor Joao Barros em Quinta Jul 05, 2007 7:20 pm

jmgb Escreveu:O problema é exactamente esse: criou-se uma tempestade num copo de água sem sequer ter sido consultado o boletim meteorológico... Ou talvez os serviços secretos portugueses detenham informações importantes sobre o assunto, que as maiores potências mundiais da actualidade desconhecem. No entanto, mesmo que tal situação se verificasse, guardar essas informações só para nós (deixando os estudantes de outras nacionalidades correr sério risco de vida no Irão) tratar-se-ia de um acto de perfeito egoísmo e falta de ética. Discordam? Não me parece(...)


Não quero estar aqui a fazer de advogado do diabo, mas todos nós sabemos que a relaçao daqueles países com os países ocidentais não é a melhor, e sabendo nós que eles gostam de chocar o mundo não haveria melhor oportunidade do que numa olimpíada internacional, onde teoricamente estarão presentes os melhores alunos no ambito da fisica na sua idade, e que futuramente poderão ser os maiores cerebros da ciencia mundial.

É claro que que países como a Espanha e os proprios E.U.A irão participar, é claro que todos nós quereriamos ver lá a equipa portuguesa, é claro que aquilo que eu disse não passa de uma improbabilidade, mas penso que nenhum de nós está em posição de afirmar que o Irão oferecerá a mesma segurança que uma Olimpiada em Espanha, França ou mesmo Portugal.
João Barros
Fisica FCUP
Avatar do utilizador
Joao Barros
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 73
Registado: Domingo Nov 26, 2006 3:51 pm
Localização: Rio Tinto, Porto

Mensagempor vbmaster em Quinta Jul 05, 2007 7:25 pm

Eram eles a fazer uma "traquinisse" e os restantes países a varrerem Teerão de ameixas.
Avatar do utilizador
vbmaster
up-Quark!
up-Quark!
 
Mensagens: 464
Registado: Quarta Nov 15, 2006 11:49 pm
Localização: Peniche

Mensagempor jmgb em Quinta Jul 05, 2007 7:59 pm

(...) todos nós sabemos que a relaçao daqueles países com os países ocidentais não é a melhor, e sabendo nós que eles gostam de chocar o mundo não haveria melhor oportunidade do que numa olimpíada internacional (...)

1) A relação do Irão com o mundo ocidental é má: Verdade
2) Alguns deles gostam de chocar o mundo: Verdade
3) Uma olimpíada internacional é a melhor oportunidade: Mentira

Uma coisa é desafiar normas e directrizes internacionais - algo que o Irão tem feito inúmeras vezes nos últimos tempos - e outra, totalmente diferente, é pactuar (mesmo que por mera negligência ao nível da organização das equipas de segurança) num ataque a jovens cidadãos de todo o Mundo. Como é do conhecimento geral, já foi várias vezes discutida a nível mundial uma intervenção (ou invasão?) militar no Irão, (teoricamente) motivada pela perspectiva degradante transmitida pelo governo e nação iranianos a nível internacional. Uma vez que a guerra não é (de todo!) um cenário desejável da parte do estado iraniano, terão certamente um interesse redobrado em tornar a IPhO 2007 num acontecimento extremamente seguro, revelador da melhor faceta que o país (ainda) tem para mostrar. Como tal, parece-me extremamente improvável que algo nefasto venha a acontecer durante a olimpíada.

Contudo, tudo o que está escrito acima são opiniões pessoais de uma pessoa que não detém mais informação do que aquela que está disponível nos meios de comunicação social: eu. Discordo que se baseiem nas opiniões de pessoas como eu para decidir se se deve dar (ou não) a possibilidade a alguém de participar num evento como este. A análise de riscos de segurança e da conjectura diplomática internacional do momento compete a equipas de polícia especializadas, pagas para o efeito. No final, a última palavra deve ser do aluno e do respectivo encarregado de educação, e nunca do Senhor Presidente da Sociedade Portuguesa de Física.


Abraço.
João Gama
(IPhO 2006 - Singapura)
Avatar do utilizador
jmgb
down-Quark!
down-Quark!
 
Mensagens: 267
Registado: Sexta Nov 10, 2006 1:10 am
Localização: Lisboa (IST) Braga (Casa)

Mensagempor Joao Barros em Quinta Jul 05, 2007 8:28 pm

jmgb Escreveu:3) Uma olimpíada internacional é a melhor oportunidade: Mentira


Ok, quando eu digo "melhor" não será exactamente melhor. O que eu quero dizer é que de facto pode haver um risco, que timido ou não acaba por ser compreensivel mesmo não partilhando essa opinião. Basta ver as tuas duas primeiras premissas para o concluir, apesar de se calhar muitas outras razoes não menos validas apontarem no sentido contrario, razoes essas que também referiste. A possibilidade está lá e não se pode negar. E essa possibilidade pode não ser tão improvavel como tropeçarmos na rua, cairmos e morrermos de traumatismo craniano.

Concordo plenamente que a última palavra deveria ser do aluno e do Encarregado de Educação.

Abraço
João Barros
Fisica FCUP
Avatar do utilizador
Joao Barros
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 73
Registado: Domingo Nov 26, 2006 3:51 pm
Localização: Rio Tinto, Porto

Mensagempor jmgb em Quinta Jul 05, 2007 8:39 pm

A possibilidade está lá e não se pode negar.

A possibilidade existe sempre, qualquer que seja a matéria em discussão. ;)

Teoricamente, existe a possibilidade remota de nos atirarmos contra uma parede de betão e aparecermos, intactos, do outro lado. No entanto, há que ter bom senso, frieza e fazer uma boa análise das coisas: só assim se evitam extremismos, tanto para o lado do desleixo como para o lado da precaução exagerada e castradora.
João Gama
(IPhO 2006 - Singapura)
Avatar do utilizador
jmgb
down-Quark!
down-Quark!
 
Mensagens: 267
Registado: Sexta Nov 10, 2006 1:10 am
Localização: Lisboa (IST) Braga (Casa)

Mensagempor Joao Barros em Quinta Jul 05, 2007 9:02 pm

jmgb Escreveu:Teoricamente, existe a possibilidade remota de nos atirarmos contra uma parede de betão e aparecermos, intactos, do outro lado. No entanto, há que ter bom senso, frieza e fazer uma boa análise das coisas: só assim se evitam extremismos, tanto para o lado do desleixo como para o lado da precaução exagerada e castradora.


Fazer uma analise certa e equilibrada nem sempre é facil, e se calhar uma qualidade que a muitos falta. Esta não me parece uma decisão tão facil como a parede de betão...
João Barros
Fisica FCUP
Avatar do utilizador
Joao Barros
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 73
Registado: Domingo Nov 26, 2006 3:51 pm
Localização: Rio Tinto, Porto

Mensagempor Nuno_Monteiro em Quinta Jul 05, 2007 10:10 pm

Esta não me parece uma decisão tão facil como a parede de betão...


Mas se não é uma decisão facil de tomar então devia ter sido tomada com mais cuidado e ver todas as consequências que ela originaria:
muitos de nós trabalhámos durante 2 anos para podermos ter agora a possibilidadede participar em algo que certamente iria ter uma influencia no nosso futuro
com que cara iram encarar os proximos olimpicos a qualificação, sabendo que podem ficar a saber a um mês ou dois das provas que já não poderão participar, e quem diz os próximos olimpicos diz também a geração de 91 que para o ano estará a competir nos regionais. Esta decisão vai deixar uma marca dificil de apagar nos próximos anos.

E se a decisão é assim tão dificil de ser tomada, também devia existir uma justificação cuidada do porquê da recusa do convite feito ao ministerio da educação.
Avatar do utilizador
Nuno_Monteiro
down-Quark!
down-Quark!
 
Mensagens: 130
Registado: Quarta Nov 15, 2006 9:39 pm
Localização: Lx/Viseu

AnteriorPróximo

Voltar para Olimpíadas Internacionais

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes