Página 3 de 7

MensagemEnviado: Sábado Nov 17, 2007 7:36 pm
por 411
jap Escreveu:
hexphreak Escreveu:Nem me fales, eu também queria lógica proposicional mas duvido que o meu professor sequer saiba dar essa matéria. Faz muito mais sentido que a validade do argumento seja decidida pela forma e não pelo conteúdo (e claro, a notação matemática :D ). But I digress :wink:
(...)


Vocês agora dão lógica Aristotélica e deitaram para as urtigas a lógica proposicional? :roll:

O mundo está perdido :bad:

O nosso professor dá lógica aristotélica desde sempre e não quer mudar agora, e concordo com o Henrique, "duvido que o nosso professor sequer saiba dar essa matéria".

Monteiro Escreveu:PS-n se preocupem n sou completamente maluco para o fazer XD

Mas és parcialmente maluco, por isso cuidado... :lol:

Eu acho que vídeos de experiências perigosas como este deviam ser banidos do YouTube (quem diz YouTube diz Metacafe, Google Video etc.). Por exemplo aqueles das garrafas de Coca-Cola com Mentos, por muito espectaculares que sejam, aquilo ainda pode acertar em alguém... e depois pode haver quem tente fazer variantes e correr mal... mas isso é química, portanto, calar-me-ei.

MensagemEnviado: Sábado Nov 17, 2007 7:58 pm
por sagardipak
Essa da coca-cola tem dado muito que falar! :lol:

Pessoalmente já fiz a experiência (3 mentos, 0,5L) e o jacto não foi nada por aí além... Admito que com uma garrafa de dois litros e uma porrada de mentos a reacção pode ser maior, mas nada de muito perigoso, julgo.

Mas se quiserem fazer a experiência de modo seguro, das duas uma: ou usem pequenas quantidades ou usem a coca-cola fria ;)

MensagemEnviado: Sábado Nov 17, 2007 8:24 pm
por MiguelReisOrcinha
ou então mantenham o gargalo destapado... o perigo reside na pressão acumulada no interior da garrafa... não deixem a pressão acumular... :?

MensagemEnviado: Domingo Nov 18, 2007 3:45 pm
por 411
sagardipak Escreveu:Admito que com uma garrafa de dois litros e uma porrada de mentos a reacção pode ser maior, mas nada de muito perigoso, julgo.

http://www.youtube.com/watch?v=HnFc7GyPY7Q
Se vai alguém a passar sem se aperceber ou assim ainda leva com a garrafa na cabeça e aquilo não vai propriamente devagar...

MensagemEnviado: Domingo Nov 18, 2007 4:02 pm
por sagardipak
411 Escreveu:
sagardipak Escreveu:Admito que com uma garrafa de dois litros e uma porrada de mentos a reacção pode ser maior, mas nada de muito perigoso, julgo.

http://www.youtube.com/watch?v=HnFc7GyPY7Q
Se vai alguém a passar sem se aperceber ou assim ainda leva com a garrafa na cabeça e aquilo não vai propriamente devagar...


Pois, realmente algumas são perigosas... :shock: :shock:
Eu na minha inocência acredita que só fizessem subir o conteúdo, mas com a garrafa pousada... Vá lá, ao menos estes tiveram a decência de o fazer num descampado! assim não fazem mal a ninguèm e o mais que podem ouvir é "I told you so"...

MensagemEnviado: Quinta Nov 22, 2007 7:06 pm
por ppeixoto
How To MAKE THERMITE !

Hmmm, um bocado perigoso não ? :P

MensagemEnviado: Quinta Nov 22, 2007 7:12 pm
por hexphreak
Que loucura :shock: Tinha de ser uma Shooting Eggs production. Por acaso sempre pensei que fosse mais difícil de fazer.

O que andas tu a planear, Xoto? :wink:

MensagemEnviado: Quinta Nov 22, 2007 7:23 pm
por ppeixoto
Eheheheh, o colégio que se prepare 8)

MensagemEnviado: Quinta Nov 22, 2007 8:04 pm
por FF
Para vossa informação, o livro de Química do 6º ou 7ª ano (hoje 10 ou 11º), utilizado no ensino oficial há 35 anos ensinava a preparar algodão pólvora e nitroglicerina. Cheguei a fazer o primeiro no lavatório da casa de banho, a segunda tive medo...
Os químicos não são menos perigosos que os físicos! :shock:

MensagemEnviado: Quinta Nov 22, 2007 8:12 pm
por hexphreak
Uau, livros a sério! :lol: Eu aprendi essas "receitas" lá para os 12 anos - ainda tenho dezenas de textfiles -, mas nunca fiz nada para além de bombas de fumo. Deviam ensinar toda a gente a fazer estas coisas e deixar a selecção natural tratar do resto :wink:

MensagemEnviado: Quinta Nov 22, 2007 11:09 pm
por PedrO
uiii

os quarkianos ainda vao ser futuros terrorsitas =D
( tou a gozar =P )


bem a experiência da coca-cola e os mentos e que é realmente espantosa..

mas que raio de substâncias é que aquilo tem para ter aquela reacção?

MensagemEnviado: Quinta Nov 22, 2007 11:22 pm
por jap
PedrO Escreveu:uiii

os quarkianos ainda vao ser futuros terrorsitas =D
( tou a gozar =P )


bem a experiência da coca-cola e os mentos e que é realmente espantosa..

mas que raio de substâncias é que aquilo tem para ter aquela reacção?



A tua questão já foi discutida noutra thread. :D

Faz um search no fórum com a palavra "mentos". :wink:

MensagemEnviado: Sexta Nov 23, 2007 10:54 am
por manuelmarque
Hehe, de cada vez que falam "do problema da Coca-Cola e dos mentos" só me lembro do artigo do prof. Carlos Corrêa (prof. daqui da FCUP): http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=20838&op=all :D

E, ainda há pouco tempo ri-me desgraçadamente com este cartoon do xkcd, sobre o mesmo assunto :lol:

MensagemEnviado: Sexta Nov 23, 2007 10:08 pm
por jap
FF Escreveu:Para vossa informação, o livro de Química do 6º ou 7ª ano (hoje 10 ou 11º), utilizado no ensino oficial há 35 anos ensinava a preparar algodão pólvora e nitroglicerina. Cheguei a fazer o primeiro no lavatório da casa de banho, a segunda tive medo...
Os químicos não são menos perigosos que os físicos! :shock:



Bom, este comentário fez-me lembrar que o engenheiro Smith, personagem principal de "A Ilha Misteriosa" de Júlio Verne, também produziu nitroglicerina artesanalmente (e muitas outras coisas). E foi-lhe bem útil!

Quem não leu ainda o livro, recomendo-o vivamente. É um clássico e transmite uma visão muito interessante do conhecimento científico e técnico - não é apenas saber mas também saber fazer. Quantos engenheiros sobreviveriam hoje numa ilha deserta, apelando aos seus conhecimentos universitários? :roll:


Mas se gostam de explosões, não perdem pela demora! :P

MensagemEnviado: Sexta Nov 23, 2007 11:47 pm
por hexphreak
A Ilha Misteriosa foi aquele romance, é o meu absoluto preferido de Júlio Verne. E de certa forma foi o livro que me fez pensar em seguir Engenharia :D Nem imaginam o que eu sonhei com aquelas situações, tinha sempre a sensação de que o Smith era uma espécie de role model. E em termos literários, o fim é espectacular :wink:

Vêm aí explosões? Tenho de procurar por aqui as minhas então!