Página 1 de 1

Nadador

MensagemEnviado: Quinta Out 30, 2008 10:37 pm
por hexphreak
(Este problema vem de uma das fichas de Mecânica da Mariana.)

Consideremos um rio de margens paralelas e largura D. O rio tem uma corrente constante, paralela às margens, cuja velocidade tem magnitude v_1. Um nadador parte do ponto P e quer atingir a margem oposta o mais próximo possível do ponto Q que lhe é oposto. Assim, em cada instante orienta a velocidade com que se impele, de magnitude v_2, para o ponto Q (i.e. "vira-se" para Q).

Sendo \vec r a posição do nadador vista de Q e \theta o ângulo entre \vec r e \overrightarrow{QP}, prova que a distância do nadador a Q é dada por r = \dfrac{D \sec \theta}{(\sec \theta + \tan \theta)^{v_2/v_1}} :twisted:

Re: Nadador

MensagemEnviado: Sexta Out 31, 2008 12:07 am
por Paulo Alcino
É apenas uma questão de abordar o problema do ângulo certo... :roll:

Re: Nadador

MensagemEnviado: Sexta Out 31, 2008 12:12 am
por Ivo_Timóteo
Faz-me lembrar este :)

Re: Nadador

MensagemEnviado: Sexta Out 31, 2008 11:06 am
por hexphreak
Paulo Alcino Escreveu:É apenas uma questão de abordar o problema do ângulo certo... :roll:

:lol:

É, como em todos os tricky :wink: Mas este é tricky--, como diria o Prof.

Ivo, realmente tem algumas parecenças, apesar de neste caso não haver uma orientação fixa :)

Re: Nadador

MensagemEnviado: Sábado Nov 08, 2008 12:02 am
por hexphreak
Antes de me ausentar para a cidade mítica, deixo aqui apenas uma pequena dica para que comecem a tentar resolver o problema (que afinal nem sequer é completamente tricky...): utilizem coordenadas polares. Podem trabalhar em cartesianas, mas é mais intuitivo e algebricamente mais fácil trabalhar em polares :)