Página 2 de 2

Re: Se a força gravítica fosse diferente?

MensagemEnviado: Domingo Mar 09, 2014 3:29 pm
por joaofrme
Mas o sistema rodoviário seria esquisito, para andares em linha reta terias de fazer força para o lado, e viravas o volante para andar para a frente ou para trás. As curvas era endireitar o volante. Mas o grande problema seria que não havia nada que nos prendesse à Terra, e provavelmente ficaríamos sem atmosfera e morreríamos.

Re: Se a força gravítica fosse diferente?

MensagemEnviado: Domingo Mar 09, 2014 7:15 pm
por ritamcosta
duarte.magano Escreveu:
ritamcosta Escreveu:Se assim fosse, nas rotundas não era preciso rodar o volante? Awkward... :shock:


Olá, Rita. :D

Esta gravidade, realmente, só seria propícia à condução nas rotundas. Mas, para saber a velocidade a que tinhas de ir, tinhas de saber o raio da rotunda. Assim, à entrada das rotundas, tinha de haver sinalização a indicar o raio. Para estimar a velocidade, o condutor depois multiplicava esse valor por 10… :mock:

rotundas.jpg


Exacto! Lol ;)

Re: Se a força gravítica fosse diferente?

MensagemEnviado: Domingo Mar 09, 2014 8:17 pm
por duarte.magano
joaofrme Escreveu:Mas o grande problema seria que não havia nada que nos prendesse à Terra, e provavelmente ficaríamos sem atmosfera e morreríamos.


Sim! Não haveria nenhuma razão para se formar uma atmosfera.
Tínhamos de viver em fatos espaciais, com garrafas de oxigénio e com jatos para respirarmos e evitarmos sair para o espaço.

Re: Se a força gravítica fosse diferente?

MensagemEnviado: Segunda Mar 10, 2014 4:13 pm
por joaofrme
duarte.magano Escreveu:Tínhamos de viver em fatos espaciais, com garrafas de oxigénio e com jatos para respirarmos e evitarmos sair para o espaço.


Parece uma boa solução

Re: Se a força gravítica fosse diferente?

MensagemEnviado: Terça Mar 11, 2014 5:41 pm
por duarte.magano
Há plantas que crescem com forma helicoidal, o que resulta de quebras de simetria na construção do caule.

450px-DirkvdM_natural_spiral.jpg
450px-DirkvdM_natural_spiral.jpg (47.56 KiB) Visualizado 1940 vezes

Mas penso que, neste mundo, isso seria muito mais comum. Já sabemos que a direção do crescimento dos caules é influenciada pela força gravítica. Neste caso, há medida que elas crescessem, (supondo que começam a crescer para cima), iriam sofrer uma força para o lado, vindo a formar um caule tipo helicoide.
Era divertido porque:
- as plantas maiores poderiam servir de vaso às menores
- e podiam-se fazer escorregas a partir dos troncos de árvores grandes (escavando-se a parte voltada para cima)