Cor dos objetos

Expõe aqui as tuas questões e dúvidas sobre assuntos de Física.

Cor dos objetos

Mensagempor ajcoelho em Segunda Jul 15, 2013 12:57 pm

Um objeto opaco à temperatura ambiente possui uma determinada cor. E nós vemo-lo quando existe incidência de radiaçao branca nele e posterior absorçao e reflexão de determiado tipo de radiações. Se virmos o objeto verde é porque ele refletiu radiação verde e absorveu toda a outra gama de radiação visivel. Mas o que faz com que uns objetos reflitam umas cores e outros objetos outras cores? É uma propriedade intrinseca dos materiais que constituem a cor com q os objetos foram pintados ou é algo de mais elaborado? O que faz com que a luz branca que incide nos objetos seja parcialmente absorvida numa gama de frequencias e refletida noutra gama e pq é isso variavel de objeto para objeto

Nao sei se existe uma resposta definitiva a esta questao. Talvez sim e seja ate demasiado obvio. But i'm not seeing it...

EDIT: E a isto adiciono: porque é que os espectros das estrelas apresentam riscas negras que correspondem à absorção de
radiação pelas espécies químicas existentes nas atmosferas das estrelas? isto é, pq é que os elementos químicos têm "preferência" por determinadas radiações?

Penso que as duas questoes se relacionam de certa forma...
Avatar do utilizador
ajcoelho
down-Quark!
down-Quark!
 
Mensagens: 143
Registado: Sábado Nov 20, 2010 12:48 am

Re: Cor dos objetos

Mensagempor xpt0x em Segunda Jul 15, 2013 5:31 pm

Isso é devido à quantização dos níveis de energia passíveis de serem tomados pelos eletrões de cada espécie química.

Por outras palavras, os eletrões de cada elemento só podem tomar determinadas quantidades de energia, e não uma quantidade arbitrária. A energia está "quantizada" em pacotes discretos.
Estes níveis energéticos distribuem-se do mais próximo do núcleo n=1 para o mais distante (que teoricamente está a uma distância infinita do núcleo, n=\infty) e as suas energias são crescentes, nesta ordem.
A espécie química tem tendência a tomar o estado com menor energia possível, segundo o princípio da energia mínima; portanto, um elemento, no seu estado normal (não excitado), tem os seus eletrões distribuídos tanto quanto possível próximo do núcleo. Quando incide radiação no elemento (átomo, ião, whatever), um eletrão apenas absorve a radiação que "tenha" uma energia equivalente à energia correspondente a uma transição entre níveis de energia.

Imaginemos que a espécie é um átomo com 2 níveis de energia. Supondo que o nível n=1 do átomo corresponde a uma energia E_1 e o nível n=2 uma energia E_2, então um eletrão no nível n=1 apenas absorverá radiação que "tenha" exatamente a energia E_2 - E_1. O eletrão, absorvendo esta energia, transita para o nível energético n=2. Mas os eletrões seguem o princípio da energia mínima, logo, o eletrão que "subiu", tenderá a "descer" novamente ao nível n=1. Ao fazer isto, o eletrão emitirá energia sob a forma de radiação eletromagnética (fotões), com exatamente a energia E_2 - E_1. Esta radiação corresponderá a uma risca no espetro de emissão do elemento em causa! :) Cada elemento tem as suas próprias "energias de transição", e não há dois átomos com um espetro igual, devido às diferenças entre átomos (nº de eletrões, etc.), o que penso explicar a tua questão!

Obviamente, take this with a grain of salt, e corrijam-me se estiver errado! :D
"A pencil and a dream can take you anywhere." - Joyce A. Myers
Avatar do utilizador
xpt0x
down-Quark!
down-Quark!
 
Mensagens: 107
Registado: Domingo Mar 18, 2012 10:39 pm
Localização: Paços de Ferreira


Voltar para Questões sobre Física

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 6 visitantes

cron