Relâmpagos

Expõe aqui as tuas questões e dúvidas sobre assuntos de Física.

Relâmpagos

Mensagempor José_Marques em Quarta Set 01, 2010 9:03 am

Olá quarkónia :D
Depois de algum tempo desaparecido por estas paragens aqui venho eu com mais uma pergunta 8) . Ontem aqui pela minha cidade, a Covilhã, houve uma enorme trovoada. Isto fez-me relembrar uma dúvida que tive há uns tempos atrás. Na altura ao ler um artigo sobre este fenómeno atmosférico fiquei a saber que cada relâmpago "liberta" uma potência eléctrica de aproximadamente 100 MW. Dizia também que esta quantidade de energia é bastante considerável e que na rede eléctrica tal valor daria para alimentar energeticamente bastantes lares. A minha questão é por isso esta: é ou será possível aproveitar tal energia? e há perspectivas de serem desenvolvidas tecnologias para o aproveitamento desta energia?

Agora que estamos quase no fim das férias, espero que tenham sido boas e desejo uma óptima rentrée a todos. :D
Bosões - vencedores da primeira edição do mítico Quark!-mate

Pħysics rules!
Avatar do utilizador
José_Marques
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 45
Registado: Sábado Jun 07, 2008 9:41 pm

Re: Relâmpagos

Mensagempor Dynamis em Quarta Set 01, 2010 10:37 am

É curioso. Já vi um projecto de aproveitamento de energia eléctrica desse tipo, mas não sei se é viável.

Em primeiro lugar, os relâmpagos nem sempre se formam no mesmo ponto geográfico, apesar de ser possível "estimulá-los"; em segundo lugar, a quantidade de energia não é muito significativa, pois, apesar da sua enorme potência (caudal) e voltagem, a energia (volume) é reduzida, visto que o tempo é mínimo (volume = caudal x tempo , ou seja, energia = potência x tempo).

Na Wikipedia até diz que a energia contida num relâmpago (média) é de 500MJ, ou seja, nem chega a 140kWh, o equivalente à energia mínima necessária para deslocar um automóvel normal, a uma velocidade normal, de Lisboa a Coimbra (200km). Tinham de se formar relâmpagos a todo o momento para que o aproveitamento energético fosse significativo. Só a barragem do Alqueva terá capacidade para uma potência máxima, em 2011, de 500MW (contínuos). Se um relâmpago desenvolver 100MW (?), isso dura apenas uma fracção de tempo mínima.
Avatar do utilizador
Dynamis
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 76
Registado: Quinta Fev 21, 2008 8:41 pm

Re: Relâmpagos

Mensagempor José_Marques em Quarta Set 01, 2010 11:17 am

Desde já obrigado pela resposta :D

Sim eu também já tinha visto que a duração de um relâmpago é bastante curta logo a energia de um único relâmpago é pequena (E=Pxt). No entanto normalmente uma trovoada traz consigo bastantes relâmpagos e não apenas um e além disso em todo o mundo ocorrem inúmeras trovoadas todos os dias. Não começaria assim a ser viável o aproveitamento? (btw os aerogeradores de grande potência em Portugal têm uma potência máxima de 1MW embora claro seja contínuo) Quanto à questão da dispersão geográfica dos vários relâmpagos, não seria possível criar uma espécie de "super pára-raios" com elevado potencial eléctrico de modo a "obrigar" quase todos os relâmpagos até uma dada distância a descarregarem ali?

Esta questão deixa-me bastante interessado porque sou um grande adepto das energias renováveis e sempre que ouço falar de uma nova possibilidade de aproveitamento energético como este que ainda não está a ser explorado fico bastante curioso sobre se será realmente possível aproveitar estes fenómenos naturais na produção energética. :D
Bosões - vencedores da primeira edição do mítico Quark!-mate

Pħysics rules!
Avatar do utilizador
José_Marques
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 45
Registado: Sábado Jun 07, 2008 9:41 pm

Re: Relâmpagos

Mensagempor hexphreak em Quarta Set 01, 2010 1:06 pm

Há alguma investigação nesta área, como disse o Dynamis, já desde há vários anos. Aliás, podes considerar que a primeira experiência que tentou capturar energia de um relâmpago foi idealizada (embora provavelmente não concretizada) por Benjamin Franklin, que teria atado um pára-raios a um papagaio (não o animal, obviamente) com um fio condutor ligado a uma garrafa de Leiden, um dos primeiros modelos de condensador, em terra.

Não sei, no entanto, até que ponto é viável, principalmente devido aos factores referidos pelo Dynamis. Como não conheço em detalhe nenhum projecto destes, o melhor será procurares no Google (o Scholar deve ter alguns resultados interessantes) por artigos da área e discussões sobre a sua viabilidade.
Avatar do utilizador
hexphreak
top-Quark!
top-Quark!
 
Mensagens: 1959
Registado: Segunda Nov 05, 2007 8:52 pm
Localização: Maia/Porto

Re: Relâmpagos

Mensagempor José_Marques em Quarta Set 01, 2010 7:18 pm

Obrigado Henrique :D
Bosões - vencedores da primeira edição do mítico Quark!-mate

Pħysics rules!
Avatar do utilizador
José_Marques
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 45
Registado: Sábado Jun 07, 2008 9:41 pm

Re: Relâmpagos

Mensagempor rigillescherrer em Sexta Nov 19, 2010 11:03 pm

Mesmo o tópico sendo um pouco antigo, acho que vale a pena comentar:
http://www.inovacaotecnologica.com.br/n ... etricidade
Imagem \huge = \int
Avatar do utilizador
rigillescherrer
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 77
Registado: Domingo Set 05, 2010 8:56 am
Localização: Vitória, Brasil


Voltar para Questões sobre Física

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 3 visitantes

cron