Circuito RC

Expõe aqui as tuas questões e dúvidas sobre assuntos de Física.

Circuito RC

Mensagempor jos_moreira em Segunda Maio 24, 2010 7:02 pm

tenho uma questao a colocar:
Imagine-se circuito com uma fonte de tensão, associada em serie com uma resistencia 200 ohm num nó a frente da resistencia partem dois ramos um com um condesador e outro com uma outra resistencia de maneira que estes dois ultimos ficam ligados em paralelo entre si ligando por fim ao outro terminal da fonte de tensão, eu pretendo saber I(t) mas não vejo a que me possa "agarrar"será a corrente na segunda resistencia independente da corrente q passa pelo condensador? será q varia a medida q o condensador é carregado? como posso estabelecer uma relação entre as duas correntes?
Agradeço desde ja qualquer ajuda possivel.
jos_moreira
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 56
Registado: Terça Abr 21, 2009 4:25 pm

Re: Circuito RC

Mensagempor hexphreak em Segunda Maio 24, 2010 7:37 pm

É a corrente onde, ao certo? A corrente que passa pela fonte? E, já agora, a fonte é DC ou AC?

O exercício parece-me simples; em princípio, é só aplicar a lei de Kirchhoff das malhas ou das correntes, conforme te der mais jeito. Se quiseres resolvo aqui direitinho, mas podes começar por ver que quanto t \to \infty, o condensador fica completamente carregado e portanto não passa corrente nesse ramo, pelo que o circuito se transforma numa fonte em série com duas resistências.
Avatar do utilizador
hexphreak
top-Quark!
top-Quark!
 
Mensagens: 1959
Registado: Segunda Nov 05, 2007 8:52 pm
Localização: Maia/Porto

Re: Circuito RC

Mensagempor jos_moreira em Segunda Maio 24, 2010 9:59 pm

tinha chegado a essa conclusão, porem o que me interessa é o regime transitorio, como posso aplicar as leis aqui? oque digo do condensador? podia escrever as eq para os ramos?
jos_moreira
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 56
Registado: Terça Abr 21, 2009 4:25 pm

Re: Circuito RC

Mensagempor jcarlos em Terça Maio 25, 2010 8:36 am

Se a fonte de tensão fôr E e as resistências R1 e R2 (esta em paralelo com o condensador de capacidade C), a equação diferencial de primeiro grau fica algo como R_1\frac{dQ}{dt}+\frac{R_1+R_2}{R_2C}Q=E, em que Q é a carga do condensador (uma função do tempo). No limite dQ/dt=0 e então a corrente na fonte é E/(R1+R2) e a carga no condensador é Q=ECR2/(R1+R2). Em função do tempo temos o resultado Q=\frac{ER_2C}{R_1+R_2}(1-e^{-\frac{R_1+R_2}{R_1R_2C}t}). Considerando uma fonte de tensão contínua e que o condensador estava inicialmente descarregado. Se não me enganei nas contas :wink:
Avatar do utilizador
jcarlos
down-Quark!
down-Quark!
 
Mensagens: 131
Registado: Quinta Out 29, 2009 12:20 pm


Voltar para Questões sobre Física

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante