Mosquito Buzz

Temas de interesse geral à comunidade quarkiana

Mosquito Buzz

Mensagempor jap em Segunda Jun 15, 2009 12:37 am

Já conhecem o repelente de jovens conhecido por Mosquito Buzz? :crazy: É um produto lançado no mercado há um par de anos, baseado no fenómeno da prebiacusia, ou seja a perda gradual da audição nas frequências mais elevadas que ocorre, tipicamente, a partir dos 18-20 anos... :? O objectivo deste dispositivo é o de dispersar os grupos de jovens ociosos que se reunem em áreas onde não são propriamente desejáveis (?), emitindo um desagradável som estilo mosquito que só é ouvido por pessoas jovens...

Repelente de Teenagersl

The Mosquito Story@ wikipedia

Pros e Cons do Mosquito Buzz

O que acham disto? :roll:

És susceptível ao Mosquito Buzz? Faz aqui o teste to Mosquito!

Faz aqui o teu Teenager Audio Test e recebe o teu certificado:

Imagem

Eu consigo ouvir perfeitamente o dito som (e portanto sou susceptivel ao Mosquito Buzz), embora com a minha idade já sejam raras as pessoas que conseguem ouvir nesta gama de frequências! :inocent:

PS: O Inventor do Mosquito Buzz, Howard Stapleton ganhou o prémio IgNóbel da Paz em 2006! :lol:
José António Paixão
Departamento de Física da FCTUC
Avatar do utilizador
jap
Site Admin
Site Admin
 
Mensagens: 6799
Registado: Quinta Nov 09, 2006 9:34 pm
Localização: Univ. de Coimbra

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor Tharis em Segunda Jun 15, 2009 1:29 am

Já conhecia. Nas aulas os meus colegas punham isso e o professor andava para lá a badalar como se nada passasse e o resto da turma a gritar com o rapaz que metia o telemóvel a fazer o ruído. :?
Avatar do utilizador
Tharis
up-Quark!
up-Quark!
 
Mensagens: 387
Registado: Quinta Out 23, 2008 4:26 pm

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor Ivo_Timóteo em Segunda Jun 15, 2009 12:46 pm

Eu consigo ouvir! Ainda não estou muito velho!!!

Mas incomoda bastante... :?
Avatar do utilizador
Ivo_Timóteo
charm-Quark!
charm-Quark!
 
Mensagens: 579
Registado: Quarta Nov 15, 2006 7:25 pm
Localização: V. N. Gaia

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor RicardoCampos em Segunda Jun 15, 2009 1:06 pm

Eu também já conhecia, desde o 11º ano. Fico contente em saber que não devo ter perdido muita audição em 2 anos :P
\emph{Ricardo Campos}\in \delta \bigcap q\overline{q}
O Matemático-Físico de 2008
Avatar do utilizador
RicardoCampos
top-Quark!
top-Quark!
 
Mensagens: 1280
Registado: Sexta Jun 01, 2007 3:49 pm
Localização: Figueira da Foz/Coimbra/DMUC/DFUC, Paris... E agora Zurique!

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor Cirdaro Larama em Terça Jun 16, 2009 12:48 pm

Fiz o teste com os meus avos e o resultado foi surpreendente... A minha avo conseguiu ouvir!!!! E não ela não tem menos de 25 anos! :lol:

Acho que afinal, esse mosquito não funciona la muito bem, ou então esta mal calibrado. :D
Ricardo Amaral
Avatar do utilizador
Cirdaro Larama
down-Quark!
down-Quark!
 
Mensagens: 182
Registado: Segunda Maio 12, 2008 10:16 am
Localização: Aveiro

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor Bruno Oliveira em Terça Jun 16, 2009 6:38 pm

Cirdaro Larama Escreveu:Fiz o teste com os meus avos e o resultado foi surpreendente... A minha avo conseguiu ouvir!!!! E não ela não tem menos de 25 anos! :lol:

Acho que afinal, esse mosquito não funciona la muito bem, ou então esta mal calibrado. :D


Já temos mosquitos buzz mal calibrados 8)
e^{ix}=cos x + i\,sin x
Avatar do utilizador
Bruno Oliveira
top-Quark!
top-Quark!
 
Mensagens: 1553
Registado: Quarta Nov 14, 2007 10:19 pm
Localização: Lisboa

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor Ângela Guerra em Terça Jun 16, 2009 6:55 pm

A tua avó tem um ouvido jovem, Ricardo? Quem diria. 8)
A minha mãe ainda esteve um bocado de tempo desconfiada, a dizer que eu estava a brincar com ela e não havia som nenhum. Mas depois acabou por conseguir ouvir o início, quando começa a tocar e é um pouco mais grave.
Físico - quer saber como tudo funciona. Inventa o que for preciso para investigar novos fenómenos. Parte a cabeça a tentar compreender coisas que ainda ninguém percebeu. Tem grande dificuldade em interessar os amigos (que não são físicos) naquilo que faz.
Avatar do utilizador
Ângela Guerra
charm-Quark!
charm-Quark!
 
Mensagens: 526
Registado: Domingo Maio 11, 2008 8:38 pm
Localização: Cantanhede

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor jap em Terça Jun 16, 2009 8:35 pm

Cirdaro Larama Escreveu:Fiz o teste com os meus avos e o resultado foi surpreendente... A minha avo conseguiu ouvir!!!! E não ela não tem menos de 25 anos! :lol:

Acho que afinal, esse mosquito não funciona la muito bem, ou então esta mal calibrado. :D


Ou então é um problema de aliasing da tua placa de som? :wink:

Vejam o que é o aliasing aqui ou então peçam ao Henrique para explicar melhor, já que ele gosta de processamento digital de sinal! :F

Anyway, se a tua avó consegue ouvir um som de 17.5 KHz, tem de facto, um ouvido bem conservado! :D
José António Paixão
Departamento de Física da FCTUC
Avatar do utilizador
jap
Site Admin
Site Admin
 
Mensagens: 6799
Registado: Quinta Nov 09, 2006 9:34 pm
Localização: Univ. de Coimbra

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor hexphreak em Terça Jun 16, 2009 9:25 pm

Sim, aliasing é um problema bastante frequente na fase de sampling de um sinal analógico :) Passo a explicar.

Consideremos um sinal analógico qualquer, sobre o qual querem efectuar uma qualquer transformação/análise/etc. Naturalmente, se o quiserem fazer num computador terão de passar o sinal para uma representação digital com a qual possam trabalhar. Assim, o primeiro passo a realizar é a amostragem, ou sampling, deste sinal, que consiste em apontar os seus valores em vários instantes, para depois o reconstruirem digitalmente.

Mas torna-se óbvio que estes instantes não podem ser escolhidos ao acaso! Em primeiro lugar, por uma questão de conveniência (teórica), é costume escolherem-se instantes igualmente espaçados (i.e. periódicos). Por outro lado, e mais importantemente o que acontece se o período for demasiado grande? Nesse caso, vemos que há a possibilidade de não vermos os detalhes do sinal analógico, aqueles componentes de frequências mais elevadas. Podem ver isso muito facilmente: desenhem um \cos (2t) e tirem amostras em instantes espaçados de \pi... Mais do que os detalhes, nem sequer vemos a função!

Experimentem agora amostrar com uma frequência um pouco mais alta, digamos a intervalos de {2 \over 3}\pi. Agora já deverão obter uma sinusóide mas... não é a sinusóide original! De facto, esta sinusóide tem uma frequência inferior a 1/\pi (qual?). Se este fosse um sinal acústico, estariam a ouvir um som mais grave do que aquele que estava realmente a ser produzido!

Põe-se então a questão: qual deverá ser a frequência mínima de amostragem para garantirmos que conseguimos reconstruir fidedignamente o sinal analógico? Ora, existe um teorema muito bonito (e provado de forma muito elegante por Claude Shannon, pai da teoria da informação e de muitos outros avanços da comunicação no séc. XX; quem tiver alguma genica com transformadas de Fourier apreciará concerteza a prova), o teorema de Nyquist-Shannon da amostragem, que nos garante que se a nossa frequência de amostragem for igual ou superior ao dobro da máxima frequência presente no sinal, então seremos capazes de reconstruir o sinal sem perda de informação. Experimentem! :D

Este teorema tem consequências omnipresentes hoje em dia. Podem observá-lo, por exemplo, quando efectuam um downsizing de uma imagem no computador. Se o programa que estiverem a utilizar não passar a imagem por um filtro passa-baixo que corte as frequências mais elevadas, antes de diminuir o seu tamanho, aparecem padrões que não existem realmente mas que decorrem de aliasing.

Por outro lado, se admitirmos intervalos de amostragem que não estão regularmente espaçados, podemos poupar espaço na representação do sinal, amostrando à frequência de Nyquist para a secção do sinal a ser amostrada. Assim, amostraríamos mais frequentemente nas zonas com mais detalhes (mais irregulares), e menos frequentemente nas mais suaves.

Finalmente, é de referir que tecnicamente aquilo que o teorema refere não é a frequência mais elevada mas sim a largura de banda, i.e. a amplitude de frequências na qual o sinal está contido (por exemplo, um sinal com componentes entre 3\,\mathrm{kHz} e 10\,\mathrm{kHz} tem uma largura de banda de 7\,\mathrm{kHz}; tecnicamente, a amplitude de frequências na qual a transformada de Fourier é não-nula). A razão para isto não é intuitivamente óbvia, mas decorre naturalmente da matemática subjacente à demonstração (especificamente, transformadas de Fourier).

Espero que esteja compreensível e que não me tenha alongado demasiado... :oops:
Avatar do utilizador
hexphreak
top-Quark!
top-Quark!
 
Mensagens: 1959
Registado: Segunda Nov 05, 2007 8:52 pm
Localização: Maia/Porto

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor jap em Terça Jun 16, 2009 9:47 pm

Obrigado, Henrique! :friends:

Bom, sempre podem testar o vosso soundcard para efeitos de aliasing a altas frequências neste site:

Teste de aliasing para placa de som
José António Paixão
Departamento de Física da FCTUC
Avatar do utilizador
jap
Site Admin
Site Admin
 
Mensagens: 6799
Registado: Quinta Nov 09, 2006 9:34 pm
Localização: Univ. de Coimbra

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor Tharis em Terça Jun 16, 2009 10:03 pm

Grande post Henrique! :D :hands:

Já tinha ouvido falar nisso e nas transformadas quando andei a estudar sobre Reconhecimento da Voz e tal, mas depois deixei de parte (porque terá sido? :| ).
Avatar do utilizador
Tharis
up-Quark!
up-Quark!
 
Mensagens: 387
Registado: Quinta Out 23, 2008 4:26 pm

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor carlos_rosario em Quarta Jun 17, 2009 12:30 pm

Que som mais irritante! :shock:
Já tinha ouvido falar mas não tinha experimentado... Acho que também não quero repetir :lol:
Carlos Rosário
Avatar do utilizador
carlos_rosario
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 98
Registado: Domingo Jun 08, 2008 12:42 pm
Localização: Aveiro

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor Ângela Guerra em Quarta Jun 17, 2009 1:27 pm

Há alguma explicação para algumas pessoas acharem o som irritante e outras ficarem indiferentes?
Uma colega minha tapava logo os ouvidos assim que o som começava, e disse que sentia os tímpanos "a rebentar", mas a mim não me incomodava (pelo menos durante alguns segundos...).
Físico - quer saber como tudo funciona. Inventa o que for preciso para investigar novos fenómenos. Parte a cabeça a tentar compreender coisas que ainda ninguém percebeu. Tem grande dificuldade em interessar os amigos (que não são físicos) naquilo que faz.
Avatar do utilizador
Ângela Guerra
charm-Quark!
charm-Quark!
 
Mensagens: 526
Registado: Domingo Maio 11, 2008 8:38 pm
Localização: Cantanhede

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor sagardipak em Quarta Jun 17, 2009 1:33 pm

Pode ter a ver com o comprimento do canal auditivo. Ele funciona como um tubo fechado (digo eu), que pode ressoar a uma determinada frequência, dependendo do seu comprimento. Talvez vocês tenham comprimentos diferentes do canal auditivo. Ou então ela é mais sensivel aos sons.
Nature and nature's laws lay hid in night;
God said "Let Newton be" and all was light.

IPhO 2009, México
Quark! 2007/2008, 2008/2009
Avatar do utilizador
sagardipak
strange-Quark!
strange-Quark!
 
Mensagens: 926
Registado: Sábado Out 20, 2007 9:58 pm
Localização: Bracara Augusta

Re: Mosquito Buzz

Mensagempor carlos_rosario em Quarta Jun 17, 2009 1:50 pm

É irritante, mas não ao ponto de ter de tapar os ouvidos assim que ouço :P é algo que é preferível não ouvir, vá.
Carlos Rosário
Avatar do utilizador
carlos_rosario
bottom-Quark!
bottom-Quark!
 
Mensagens: 98
Registado: Domingo Jun 08, 2008 12:42 pm
Localização: Aveiro

Próximo

Voltar para Comunidade Quarkiana

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Google [Bot] e 6 visitantes

cron