Página 1 de 1

Atrai ou repele?

MensagemEnviado: Segunda Maio 14, 2007 4:07 pm
por jap
Aqui vai a primeira experiência que deverá ser realizada em tempo seco.

Material necessário:
    * folha de alumínio
    * pano de lã
    * tubo de plástico (por exemplo de PVC)
Podes substituir as bolinhas de folha de alumínio por arroz tufado :D .

Vídeo da experiência:
http://algol.fis.uc.pt/movies/fantoches.wmv

Depois de realizares a experiência, responde à questão:

Afinal, o tubo atrai ou repele o alumínio? E porquê? :roll:

MensagemEnviado: Sexta Maio 18, 2007 7:08 pm
por Bibs
Bem, posso dizer que não fiz a experiência, no entanto vi o vídeo :)

Penso que, ao friccionar o tubo no pano de lã, esta recebe electrões do tubo, pelo que o tubo fica electrizado positivamente. Os electrões das bolinhas de folha são assim atraídos ao tubo que ficou electrizado positivamente (cargas opostas atraem-se, cargas semelhantes repelem-se). No entanto, ao serem atraídos, estes começam a "passar" os electrões que possuem ao tubo, pelo que, logo a seguir são repelidos, continuando assim até que o tubo se torne praticamente neutro, ficando, como mostra no final do filme, com apenas uma ou duas bolinhas "coladas" ao tubo.

Não tenho certeza se o meu pensamento está correcto, apenas quis dar minha opinião. :)

Até a próxima.

MensagemEnviado: Sexta Maio 18, 2007 7:13 pm
por jap
Bruno,

Está muito bem a tua explicação! :D
:hands:
Temos físico! :yes

Já agora, a foto que escolheste para avatar está fixe 8) .
Vejo que gostas de música :D - queres dar-me uma ou duas prefências musicais para a nossa pool musical?

atrai ou repele?

MensagemEnviado: Segunda Maio 21, 2007 10:26 am
por lena
Bruno,
Não há dúvida que há uma transferência de electrões entre o tubo e a lã, mas qual fica positivo e qual fica negativo? Será que o tubo fica mesmo positivo como dizes?

Como saber? :? Será possível fazer uma experiência para responder a essa questão?

Alguma ideia? :idea:


Lena

MensagemEnviado: Segunda Maio 21, 2007 11:32 am
por jap
Bruno,

De facto a lã gosta, habitualmente, de ceder electrões, mas tudo depende do material que se fricciona com a lã. Se o tubo usado na experiência for de plástico PVC, haverá transferência de electrões da lã para o plástico e então o tubo ficará carregado negativamente . Com um tubo de vidro, por exemplo, já será ao contrário, o tubo irá ceder electrões à lã, ficando carregado positivamente! :?

Assim sendo, a pergunta aqui levantada é pertinente; como é que podemos experimentalmente verificar o sinal da carga do tubo de plástico?

MensagemEnviado: Segunda Maio 21, 2007 5:25 pm
por manuelmarque
jap Escreveu:Bruno,

De facto a lã gosta, habitualmente, de ceder electrões, mas tudo depende do material que se fricciona com a lã. Se o tubo usado na experiência for de plástico PVC, haverá transferência de electrões da lã para o plástico e então o tubo ficará carregado negativamente . Com um tubo de vidro, por exemplo, já será ao contrário, o tubo irá ceder electrões à lã, ficando carregado positivamente! :?


A propósito desse assunto, vejam o artigo na Wikipedia sobre o efeito triboeléctrico (o efeito da fricção entre dois materiais: tribo vem de tribos, que é a palavra grega que designa fricção, creio...):
http://en.wikipedia.org/wiki/Triboelectric_effect

À direita, tem a lista dos materiais que ficam mais carregados negativa e positivamente :)

positivo ou negativo

MensagemEnviado: Segunda Maio 21, 2007 6:41 pm
por lena
De facto a série triboeléctrica é útil...
mas e se eu tiver um material que não esteja na lista (espuma, por exemplo, julgo que não está, ou um plástico diferente dos que estão listados) como posso determinar experimentalmente a sua posição na série triboeléctrica?



Alguém me sugere uma experiência para o próximo video? :)
Lena

MensagemEnviado: Quarta Maio 23, 2007 3:12 pm
por Bibs
Lena, posso dizer que realmente não tinha me apercebido do que escrevi, disse positivamente como podia ter dito negativamente. :?
Não me ocorre nada para o caso, além da lista já mencionada antes... Alguém quer dar uma ajuda? :)